Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

WR – Mão-de-Obra Temporária WR Recursos Humanos - Notícias

08/12/2016 Voltar

Confira 10 habilidades fundamentais para o futuro [que você deve aprimorar hoje]

Imagem retirada de http://www.administradores.com.br/noticias/carreira/confira-10-habilidades-fundamentais-para-o-futuro-que-voce-deve-aprimorar-hoje/115022/

Você já parou para considerar se sua atividade poderia ser substituída por um sistema de inteligência artificial? Trabalhos pouco especializados, baseados em repetições, tendem a sumir, enquanto atividades que exigem competências humanas devem ganhar mais destaque a partir dos próximos cinco anos. É o que apontam estudiosos, empresários e um relatório chancelado pelo Fórum Econômico Mundial, com previsões sobre o futuro das profissões.

O bilionário Elon Musk foi taxativo ao afirmar recentemente que, no futuro, será necessário que os governos garantam uma renda mínima aos cidadãos que não conseguirem ocupar postos de trabalho ocupados por máquinas e softwares. De acordo com um estudo da Universidade de Oxford, nos próximos 20 anos, 35% dos postos de trabalho no Reino Unido serão extintos para darem lugar à inteligência artificial.

Já o Fórum Econômico Mundial alerta que as inovações tecnológicas irão acabar com 7 milhões de postos de trabalho até 2020 e criar outros 2 milhões – deixando um saldo de 5 milhões de desempregados nas 15 maiores economias do mundo, incluindo o Brasil.

"O ritmo da inovação tecnológica continua aumentando, com tecnologias de software mais sofisticadas provocando rupturas nos mercados de trabalho ao tornar os trabalhadores redundantes", conclui uma pesquisa da Universidade de Oxford.
Inteligência artificial e trabalho

Essa realidade não é futura. Ela foi gestada em um ambiente competitivo que exige inovação em todos os aspectos das organizações. Para a coordenadora do MBA em Gestão de Recursos Humanos da Unisinos, Elenise Rocha, a redução dos postos de trabalho não significará maior desemprego. "O que vai reduzir ao longo do tempo é o trabalho que executamos dentro dos empregos – a evolução do mercado de trabalho tem mostrado muitos sinais ao longo dos anos, as próprias condições de trabalho que eram muito precárias evoluíram e melhoraram", explica a pesquisadora.

Um estudo da Accenture intitulado The promise of artificial intelligence aponta que a automação tende a erradicar processos operacionais no cotidiano das empresas. "Gerentes passam a maior parte do tempo desempenhando tarefas nas quais eles sabem que a Inteligência Artificial irá dominar no futuro. Em específico, os gerentes entrevistados esperam que o maior impacto da IA será na rotina administrativa e tarefas de controle, como agendamentos, alocação de recursos e geração de relatórios", revela.

Segundo a professora da Unisinos, a busca pelo conhecimento especializado abre possibilidade para atuação do profissional no futuro. Os trabalhadores pouco especializados continuarão com postos de trabalho, porém em menor escala e talvez encontrem escassez de oferta da sua profissão no futuro, tendo que se sujeitar a baixos salários e condições precárias", completa.

Elenise enfatiza que a tecnologia facilita o progresso das ideias e desenvolve o mundo, tornando-o mais aberto, inclusivo e transparente. "Entendo que a tecnologia não está roubando nosso emprego, ela está reduzindo a carga de trabalho, fazendo-nos olhar de forma diferente para o que realmente é importante e gera valor", conclui.

Diante desse quadro, qual a função das pessoas dentro das empresas e como planejar o desenvolvimento de habilidades e da própria carreira em um mundo disruptivo? Como se manter competitivo em mercados que passam por profundas transformações?
Habilidades do futuro

O Fórum Econômico Mundial divulgou uma relação com as 10 habilidades essenciais para os profissionais que quiserem se destacar durante a quarta Revolução Industrial. "A maioria das empresas acredita que investir em habilidades, ao invés de aumentar as contratações de curto prazo ou trabalhadores virtuais, é a chave para gerenciar rupturas no mercado de trabalho em longo prazo com sucesso", indica o resumo executivo do estudo. Use os links abaixo para ir ao tópico desejado:

1-Resolução de problemas complexos
2-Pensamento crítico
3-Criatividade
4-Liderança e gestão de pessoas
5-Trabalho em equipe
6-Inteligência emocional
7-Julgamento e tomada de decisões
8-Orientação a serviços
9-Negociação
10-Flexibilidade cognitiva

Fonte: Administradores.com

Todos os direitos reservados - © 2010
Página Inicial| Institucional| Serviços| Vagas Disponíveis| Cadastre seu Currículo| Notícias| Contato
RGB Comunicação